IntolerANÇA / EsperANÇA

IntolerANÇA / EsperANÇA

Em nome de Deus ao longo da história, muitos morreram e foram mortos. Tudo no afã de impor uma religião ou dogmas de fé. E se existe Deus (eu acredito que sim), como ele estará se sentindo frente a tanta atrocidade em seu Nome? 
Acredito que como muitos (com certeza a grande a maioria), Ele chora e lamenta as distorções em Seus ensinamentos. 


Ao estudarmos um pouco sobre religiões comparadas, percebemos que existem dois caminhos espirituais principais; principais não de importância, mas por serem os mais comuns: a fé politeísta que acredita na coexistência de um panteão de deidades e a fé monoteísta, cuja crença é num único e absoluto ser divino. 



No monoteísmo abraâmico – religiões de tradição semítica, cujo marco referencial é Abraão – as religiões dominantes são, em ordem cronológica de fundação, o Judaísmo, o Cristianismo e o Islamismo.

Nos três caminhos Deus é onipresente, onisciente e onipotente; é imaterial, eterno e impessoal. 


Em síntese, no Judaísmo e no Islamismo, Deus é um ser fundamentalmente justo, enquanto no cristianismo Deus é misericordioso. No entanto, justiça e amor são conceitos presentes nas três fés. Além disso, outras semelhanças são encontradas, como o entendimento de Deus como um ser divino, transcendente e de onde provém a Lei Moral. As escrituras sagradas compartilham de uma narrativa de valores, de locais e de história muito semelhantes. Contudo, as práticas litúrgicas e alguns dogmas são diferentes.


Onde eu quero chegar?! Entendo que muitos dos valores morais são compartilhados pelas diferentes religiões, apesar dos conceitos doutrinários e concepções filosóficas apresentarem diferenças. Então, impor uma religião é impor uma forma de pensar e isso se traduz em exercício do poder pelo poder. Acredito que Deus não está nem aí para quem é mais forte, ou mais certo, ou legítimo.


A intolerância, em todas as suas expressões, inclusive a religiosa, deve acabar deixando reinar a esperança. Esperança de haver mais amor pelo semelhante, esperança em não matar quem quer que seja, esperança em não causar dano a si ou ao próximo, esperança por maior honradez, esperança em não difamar ou faltar à verdade, esperança por diminuir a cobiça. Enfim, da esperança nunca morrer!!!




Comentários
0 Comentários

Comentários:

Postar um comentário



 

Iracema Teixeira © Copyright - 2012. Todos os direitos reservados. Layout criado por Gabi Layouts